_989687
Nilda Carvalho

Nilda Carvalho

Psicóloga e Terapeuta de EMDR

Abuso Psicológico

Abuso psicológico nas relações amorosas.


É muito difícil se perceber sendo abusado psicologicamente, pois o abuso psicológico tem um forte conteúdo manipulador, deixando a vítima sem percepção de si mesma.

Este tipo de abuso ocorre quando uma pessoa controla a outra através da manipulação, distorcendo seu senso de realidade.

A vítima passa a duvidar de seus sentimentos, pensamentos e verdades. É convencida que todo mal-estar na relação ou até mesmo a agressão física sofrida, é culpa dela.

Você passa por algum desses sinais em sua relação?

• Frequentemente é julgado, criticado e menosprezado?
• Já percebeu que os seus sentimentos não importam ao seu parceiro?
• Não pode ser você mesmo, não pode expressar seus sentimentos e insatisfações na relação?
• Renuncia a seus desejos e releva situações desagradáveis para manter a “harmonia” na relação?
• Sente dúvida sobre si mesmo a ponto de se sentir culpado e egoísta por questionar determinadas situações sobre a relação?
• Quando vai tomar alguma atitude ou realizar uma ação, o outro lhe questiona, colocando em dúvida a sua decisão, te deixando paralisado e vazio de sua primeira intenção?
• Sente-se acuado e induzido a sentimentos de culpa toda vez que deseja fazer valer seus desejos e pensamentos?
• Sente-se “pisando em ovos” para não aborrecer seu parceiro?
• Seu parceiro já te induziu a duvidar da sua memória, percepção e sanidade?
• Você já ouviu um “eu te amo, mas…”? Geralmente por trás desta expressão tem uma intenção de minar a sua autoestima.
• Ele te ignora, deixa claro que você não é prioridade na vida dele?
• Culpa você por tudo?
• Ele te afasta de seus amigos, familiares e de pessoas que tem condições de te alertar sobre o comportamento dele?
• Ameaça em te abandonar?
• Controla seu jeito de falar e de se vestir?
• Quer saber onde foi, com quem falou, que horas chegou e diz que isso é cuidado e preocupação?
• Você já ouviu um “fiz isso, mas a culpa é sua, você…”. Essa é uma manobra para incutir em você a culpa pelos erros cometidos por ele.
• Você é tratado com frieza emocional?
• Outra forma sofistica de controle que os abusadores fazem é algo como “dar migalhas” as vítimas. Sutilmente as fazem acreditar que não merecem mais do que aquelas migalhas e assim as fazem dependentes emocionais.

Você respondeu sim para mais de 3 dessas perguntas?

Se sim, fique atento, pois você pode estar numa relação abusiva.

O abuso psicológico faz um estrago na vida de quem sofre. Curar as feridas que ele deixa é uma tarefa difícil, porque muitas pessoas sequer percebem que estão sendo vítimas de uma violência.

Quem sofre abuso psicológico se sente infeliz, fica triste sem motivo aparente.

Sua autoestima é destruída.

Em alguns casos, a vítima apresenta sintomas depressivos, ansiedade, medo e desinteresse pela vida.

Também pode acontecer um empobrecimento de suas capacidades e surgimento de sentimentos e pensamentos de desvalia, desamor e desesperança.

Para se curar dos males causados por uma violência psicológica, o primeiro passo é ter consciência de que ela está ocorrendo ou ocorreu com você.

Depois é necessário buscar ajuda profissional.

Ignorar o sofrimento tende a agravá-lo e trazer danos as relações futuras.

Cuide-se!
Invista em você!

(Vale ressaltar que existem homens e mulheres nos papeis de abusador e vitima.)

Não deixe de buscar ajuda de um psicólogo.

Gostou do Conteúdo? Comente, Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Falar com Nilda
1
Olá, tudo bem?
Oi, eu sou Nilda Carvalho - Psicóloga e Terapeuta de EMDR. Fale comigo, estou aqui para te ajudar 😉.