De onde vem a sua ansiedade_ (1)
Nilda Carvalho

Nilda Carvalho

Psicóloga e Terapeuta de EMDR

Ansiedade

Estado emocional que acarreta sentimentos de medo, irritabilidade, preocupação, insônia, comportamentos de cautela ou fuga, frequentemente associados a sensações físicas de inquietação, taquicardia, sudorese, calafrios e tensão muscular.

Uma definição clara da ansiedade é a preocupação exacerbada com o futuro ou antecipação de ameaça futura.

Neste contexto a pessoa está sempre com medo do que pode acontecer, geralmente é acometida por pensamentos catastrófico: “vai acontecer algo de ruim”, “não vai dar certo”, “sinto que vou morrer”, etc.

Essa projeção negativa ao futuro faz com que o indivíduo não aproveite o presente por estar sempre em estado de alerta vivenciando uma ameaça futura.

Apesar da ansiedade ser um estado emocional relacionado com o futuro, pesquisas demonstram que ela pode estar pautada em acontecimentos do passado que são ativados com a possibilidade de serem vivenciados novamente.

 A antecipação do futuro atua como gatilho da lembrança traumática, por exemplo, uma pessoa que passou severos problemas financeiros no passado, poderá desencadear o transtorno de ansiedade diante da possibilidade de perder o emprego e vivenciar aquela experiência novamente.

É possível tratar a ansiedade de forma efetiva?

Sim!

Em alguns casos se faz necessária a intervenção medicamentosa para atenuar os sintomas. Os medicamentos, assim como a meditação, exercícios físicos, yoga e respiração diafragmática são bons aliados na redução dos sintomas, porém, a resolução do problema se dá por meio de psicoterapias que buscam tratar o evento traumático do passado que está sendo ativado por acontecimentos do presente. É preciso tratar a causa e não somente os sintomas.

 A terapia EMDR contra a ansiedade

EMDR é uma abordagem psicoterapêutica baseada na estimulação cerebral por meio dos movimentos bilaterais dos olhos.

Através de uma investigação minuciosa usando os gatilhos do presente como ponto de partida, descobrimos quais lembranças do passado estão sendo ativadas.

Ao encontrarmos essas experiências que estão interferindo no presente, prosseguimos com a técnica de reprocessamento, dessensibilização e ressignificação da memória, aqueles eventos do passado deixarão de ser ativados por acontecimentos do presente.

Este processo promoverá uma modificação neuroquímica e uma mudança na autopercepção do indivíduo, deixando-o mais orientado para o presente e com mais controle de seu estado emocional.

Vale ressaltar que não nascemos ansiosos ou deprimidos,  estas patologias emocionais são adquiridas ao longo da vida por meio de vivências desagradáveis que deixam “marcas” em nosso estado emocional. Não precisamos nos acostumar com este estado perturbador, podemos tratar e voltar ao estado de saúde natural.

Cuide-se!

Invista em você!

Não deixe de buscar ajuda de um psicólogo.

Gostou do Conteúdo? Comente, Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Falar com Nilda
1
Olá, tudo bem?
Oi, eu sou Nilda Carvalho - Psicóloga e Terapeuta de EMDR. Fale comigo, estou aqui para te ajudar 😉.