O pode dos olhos no tratamento das feridas emocionais
Nilda Carvalho

Nilda Carvalho

Psicóloga e Terapeuta de EMDR

O poder dos olhos no tratamento das feridas emocionais.

A terapia EMDR utiliza os movimentos oculares para tratar as doenças emocionais.

Um dos recursos que nós terapeutas de EMDR utilizamos para tratar as lembranças traumáticas de nossos pacientes é a estimulação bilateral dos olhos.

De forma acelerada e adapta, o EMDR “imita” o que acontece com o nosso cérebro durante o sono REM.

Você já deve ter visto alguém dormindo e mesmo com as pálpebras fechadas movimentar os olhos.

Isto faz parte de uma fase do nosso sono: sono R.E.M. (Rapid Eye Movement-movimento rápido dos olhos).

A movimentação dos olhos enquanto dormimos é reflexo da atividade de processamento que flui entre diferentes regiões do cérebro.

É nesta fase que acontece a maioria dos nossos sonhos, são eles que processam e organizam as nossas experiências para que possamos viver da melhor forma o presente arquivando o passado.

Mas quando vivemos situações muito difíceis que excedem a nossa habilidade de lidar com a realidade, há um desequilíbrio no sistema nervoso causado por alterações nos neurotransmissores gerando uma falha na capacidade de reprocessamento do cérebro.

Esta falha faz com que a experiência traumática seja armazenada na mente com toda a carga emocional do momento.

Após a vivência a pessoa será continuamente ativada pela lembrança (mesmo que inconsciente) e como resultado destas constantes ativações surgem as doenças emocionais: 

  • Estresse persistente;
  • Transtorno de pânico;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Dificuldades nos relacionamentos;
  • Dificuldades de aprendizado;
  • Medos e fobias
  • Insegurança;
  • Sentimentos de desvalia, incapacidade, falta de merecimento, etc;
  • Crenças limitantes;
  • E outras.

Tais patologias podem surgir muito tempo depois do acontecimento traumático.

Quanto mais tempo uma experiência traumática fica armazenada no cérebro sem ser reprocessada (curada), maior é o teu poder de promover doenças emocionais.

Qual é a sua dor?

Você consegue relacioná-la a algum evento do passado?

Saiba que ela está vinculada a algum acontecimento passado, mesmo que você não tenha consciência disso.

Cuide-se!

Invista em você!

Não deixe de buscar ajuda de um psicólogo.

Gostou do Conteúdo? Comente, Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp